Pensar e definir bem o branding do seu restaurante é fundamental para quem quer crescer no ramo e aumentar as vendas. Se a identidade visual da sua empresa for muito bem desenvolvida, ela pode fortalecer a marca e colaborar com a ascensão dos seus negócios. Vamos apresentar 7 erros de logotipo que você não pode cometer de maneira alguma.

A gente mostra também como é importante criar uma marca em que os consumidores confiem, que cause impacto e que gere simpatia. Algumas pessoas até duvidam, mas o logotipo pode, sim, determinar a vitória ou o fracasso de um estabelecimento se não for desenvolvido com todo o cuidado e por uma agência de comunicação visual que tenha princípios e ótima qualidade.

É claro que os serviços prestados e os produtos oferecidos podem ser um diferencial, mas você já ouviu falar que as pessoas comem com os olhos? Isso se aplica ainda mais para restaurantes, bares, lanchonetes e, até mesmo, esses tipos de estabelecimentos que ficam dentro de hotéis e pousadas.

Então, preste atenção nestas dicas.

1. Preocupe-se com as cores em estabelecimentos alimentares

O uso excessivo de cores pode desagradar as pessoas e repeli-las do seu negócio. O indicado é escolher duas ou três cores para criar a identidade visual da sua empresa. Se está em dúvida, peça a ajuda de um designer gráfico para auxiliá-lo nessa tarefa. Ele com certeza estudou sobre isso e o auxílio é fundamental nessa hora.

Além disso, tem o fato de que as cores mudam sensações e sentimentos. Já ouviu falar que o vermelho, por exemplo, aumenta a fome das pessoas? Isso se aplica muito bem ao seu restaurante. Mais uma vez, os profissionais são indicados para ajudá-lo e, assim, ajudar a aumentar a lucratividade e a atratividade nos pontos de venda.

2. Use um contexto para não cometer erros de logotipo

Você, como proprietário de um restaurante, padaria, churrascaria ou outra empresa do ramo, sabe muito bem a sua missão e o seu objetivo. Leve em consideração toda a história do seu negócio e tudo mais o que você vai utilizar dentro da identidade visual da sua empresa para criar um contexto que deve ser seguido o tempo todo.

Tente não desviar do foco estipulado e crie algo que cause impacto de acordo com o tipo de estabelecimento que você possui. E tenha sempre certeza que o seu logotipo não é algo agressivo, constrangedor, irritante, ofensivo ou qualquer coisa assim. Isso pode arruinar o seu negócio até mesmo em curto prazo.

3. Pense sempre nas pessoas

O público-alvo é quem determina se o seu estabelecimento vai ser bem-sucedido ou não. Portanto, na hora de criar todo o logotipo, pense sempre nele como o principal impactado pela sua marca. Será que a identidade visual vai representá-lo? Será que as pessoas gostarão do estilo? Tudo isso é muito importante e essencial para o reconhecimento dos consumidores.

E, se você já possui uma empresa aberta há algum tempo e quer repaginar o seu logotipo, pense em uma forma de agradar também os clientes que já lhe acompanham. É claro que você pode modernizar a sua marca, mas realize mudanças sutis para não impactar as pessoas e desagradá-las. Afinal, isso não é o que você quer.

4. Tome cuidado com fontes e efeitos

Ao contrário do que muitos pensam, não existe uma fonte proibida. Tudo depende do contexto em que será inserido. Se a sua lanchonete for mais descolada, utilize uma letra mais descontraída. Se for um restaurante tradicional, opte por escrever com uma fonte mais clássica. Por isso, é importante criar um objetivo para ser seguido.

No entanto, tome muito cuidado com os efeitos inseridos no seu logotipo. Algo sutil e leve pode até cair bem, mas o excesso deles vai causar repulsa e desagradar os consumidores. Deixe isso bem claro ao profissional que vai criar a identidade visual da sua empresa, poupando o trabalho de todas as pessoas envolvidas no seu projeto.

5. Seja criativo

Muitas vezes, olhamos o logotipo de uma empresa concorrente e pensamos no nosso estabelecimento, tentando adaptá-lo ao nosso negócio. Tente ter o máximo de criatividade e pense em algo original. Tenha as suas próprias ideias, seus próprios objetivos a serem seguidos e nunca copie nenhum material de alguém.

Se, mesmo assim, você quiser algo que seja parecido, converse com a pessoa que vai criar a identidade visual da sua empresa e explique a sua ideia. Dessa forma, ele apenas se inspira no outro logotipo, sem copiar o trabalho de um outro profissional. Isso é antiético e pode até mesmo ter um resultado negativo para o seu estabelecimento.

6. Pense além do logotipo

É preciso pensar além do logotipo. Como assim? Você não vai usar a marca criada apenas para um fim. Lembre-se que é preciso adaptá-lo a todas as plataformas físicas e virtuais, como folders, cartões de visita, sites e redes sociais. Não se esqueça que a presença digital é imprescindível no mundo dos negócios atuais e você precisa dela.

Além disso, visualize o seu logotipo também nas peças promocionais e nos cartões de visita, para agregar valor à sua empresa em eventos e no próprio ponto de venda.

7. Identidade visual única

Autenticidade é a palavra-chave! Tenha uma identidade visual única e original, fazendo com que os seus clientes reconheçam a sua marca sempre que a virem. Isso faz com que as vendas aumentem e o seu restaurante tenha grande ascensão. Afinal, nada melhor do que ver a sua empresa sendo reconhecida pelo público-alvo almejado.

Nesse caso, os totens e displays automontáveis e os jogos americanos personalizados são muito recomendados para fixar a marca do seu restaurante onde quer que você esteja presente. Evitando os erros de logotipo e agregando os valores da empresa, o seu estabelecimento tem tudo para ser um grande sucesso e para brilhar cada vez mais.

Pronto! Agora, você sabe os 7 erros de logotipo que o seu restaurante não pode cometer. Se restou alguma dúvida, não deixe de compartilhá-la no espaço para comentários.