A comunicação visual no pdv é uma parte muito importante para o marketing e as vendas de uma empresa. É dentro deste espaço que é possível mostrar e demonstrar os produtos e serviços que a empresa oferece ao público, frente a frente com o consumidor. Mesmo em um cenário de economia voltada para o digital e o e-commerce, a preferência pelas lojas físicas ainda é bem comum entre pessoas pelo mundo afora, até mesmo como momento de socialização, quando todos se voltam aos cliques do mouse.

E não basta apenas ter um espaço físico e espalhar produtos e informativos de qualquer forma. É preciso estudar e investir na comunicação visual no PDV para repassar e reforçar a mensagem da sua marca com maestria e, assim, se destacar da acirrada concorrência.

Hoje este post vai abordar justamente a importância dessa comunicação nos pontos de venda e do cuidado necessário na hora de escolher cada material que fará parte do ambiente da marca. Confira:

Comércio virtual versus comércio no ponto de venda

Hoje em dia é bem fácil perceber o crescimento do universo virtual e do e-commerce. Muita gente pesquisa os mais diversos produtos na internet, principalmente pelo conforto e liberdade que o acesso à rede permite. Dentro deste cenário tão virtual, seria fácil pensar que as lojas físicas perderiam espaço. Só que o PDV não perdeu o seu poder na decisão de compra dos consumidores e continua firme e forte na cabeça dos consumidores e o termo “ir às compras” continua sendo largamente aplicado pelos consumidores pelo país afora.

Aliás, a ida aos pontos de venda representa uma oportunidade que muitos precisam para poder ver, tocar, sentir e/ou conhecer in loco o serviço ou produto que desejam adquirir.

O tempo corrido e a necessidade de resolver as compras em um espaço muito curto de tempo faz com que o ponto de vendas adquira novo fôlego para o cliente. O ponto de venda acaba se tornando um diferencial da marca, que permite uma experiência do cliente que nenhum site, por mais moderno e arrojado, pode oferecer: real a todos os sentidos, saindo com o produto já embalado e pronto para ser usufruído.

A importância do PDV para vender mais

É por isso que o ponto de venda tem uma enorme importância nas conversões da sua empresa. Ele permite que se concretize a experiência do cliente com a marca, preferencialmente de forma positiva e inesquecível. Só que, para que isso aconteça, é preciso investir no PDV, em cada material e item que o compõe.

Para poder entender exatamente sobre o que estamos falando sugerimos, em primeiro lugar, a prática da empatia, colocando-se no lugar do cliente. Perceba nas suas saídas e idas aos lugares favoritos o que mais o atrai: o design, o cuidado na construção da atmosfera, na inserção do merchandising, etc.

Da mesma forma, entre em locais que representem o oposto e o que mais incomoda. Esse ponto de partida é uma maneira de começar a entender a necessidade de colocar o cliente no primeiro lugar.

Depois disso, faça uma pesquisa de campo e pergunte ao seu público-alvo o que o incomoda e o que ele deseja ver no seu PDV, em termos de comunicação visual. Perceba as sutilezas no retorno nos quesitos mais simples, como altura de prateleiras, cores, materiais e disponibilização da informação de forma clara e direta.

Analise também os pontos de venda diversos na sua área, incluindo aqueles onde se encontram seus concorrentes diretos e faça questão se saber junto às equipes de venda, de atendimento e do público quais as percepções deles na vida diária com a clientela.

Ao levar em consideração todos esses pontos de vista, será possível montar e resolver a equação da importância do investimento em comunicação visual no PDV. E assim será possível a você e à sua equipe a tomada de decisões mais acertada na escolha de cada material.

O papel da comunicação visual no PDV

Abordamos nos itens anteriores a necessidade de conhecimento sobre a experiência do consumidor junto à marca e a importância do PDV na tomada de decisão de compra. A partir desses dados, é possível obter a resposta para a questão da comunicação visual no PDV: o papel principal está em repassar com qualidade e exatidão a mensagem de marketing da marca e proporcionar, assim, uma inesquecível experiência de compra para o cliente.

Tanto a sinalização, quanto pontos de merchandising e de promoção devem ser elaborados com o objetivo de atrair e cativar o cliente, fazendo com ele perceba, no primeiro olhar, que aquele produto merece uma maior atenção e um espaço no seu carrinho de compras. Só que ele também tem que fazer parte do design da própria loja, com muito cuidado para que a comunicação não se transforme em poluição visual.

Aliás, o ambiente do PDV também se assume como o espaço ideal para a realização de ações de marca, tanto próprias quanto de parceiros, bem como promoções sazonais importantes no calendário de vendas, como Natal, Dia das Crianças, Dia das Mães e tantos outros, dependendo da sua área de atuação e localização.

Por isso, a escolha de cada material deve ser feita levando em consideração a mensagem e os objetivos gerais da empresa, além das necessidades específicas de cada marca ou produto, de acordo com os objetivos específicos. É primordial, então, que a construção desse ambiente seja feita de forma harmoniosa e certeira.

Não esqueça de avaliar continuamente as inserções de marca (promoção, merchandising) nos pontos de venda para saber reconhecer os erros cometidos no passado e corrigi-los em ações e campanhas futuras, além de também entender quais os processos que levaram ao sucesso, a fim de poder repeti-los e ampliá-los. É a partir desse cuidado com a comunicação visual no PDV que fica possível entender os caminhos para a excelência.

E então, o que achou do nosso post? Queremos saber o que passa pela sua cabeça ao tomar as decisões para a escolha de cada material para a sua marca! Deixe a sua opinião nos comentários!