Através de uma olhada rápida em qualquer negócio do varejo, é possível ver vários modelos de display de chão de papelão. Uma das grandes vantagens, é poder destacar seu produto no local que há uma circulação do seu publico alvo.

Estima-se que 85% das decisões de compra são tomadas no ponto de venda — por isso, investir na apresentação atrativa do seu produto certamente aumentará suas chances de venda.

Quer saber como aproveitar ao máximo o potencial do display de chão? Então, continue a leitura e descubra todas as suas possibilidades!

Como expor o produto no display de chão de papelão?

O sucesso dessa mídia vai depender da maneira como o produto é exposto — é preciso escolher com cuidado o modelo de display de chão e o tamanho adequado para o ambiente de exposição, sempre tendo em mente que o foco deve ser a visualização do cliente.

A qualidade da impressão e do material utilizado na confecção do display também devem ser observados. As melhores impressões são feitas em processo digital, pois elas evitam falhas e o desencaixe das cores, garantindo um visual bonito e sofisticado.

Afinal, uma mídia com imagem ruim, borrada ou muito saturada gera a sensação de desleixo, comprometendo a atratividade da peça — além de causar uma imagem de falta de qualidade do produto oferecido.

É preciso pensar ainda na funcionalidade e praticidade da peça. Os displays de chão devem ser leves e de fácil transporte — e os modelos de montagem automática permitem melhor mobilidade e baixo custo de transporte, já que podem ser montados e desmontados em cerca de cinco segundos.

Agora que você já sabe o que é um display de chão e conhece suas vantagens para aumentar a visibilidade dos seus produtos e encantar o cliente, confira as maneiras com que  você pode expor seu produto no ponto de venda:

Disposição por categorias de produtos

Essa forma de exposição utiliza os diferentes tamanhos, formatos e cores dos produtos para atrair os clientes pelo impacto visual. Pode ser feita lateralmente — valorizando os detalhes dos produtos que tenham variadas opções de cores e aplicações em suas laterais — ou frontal, para promover as estampas impressas na parte da frente das peças.

A disposição por categorias de produtos também permite ao cliente com um objetivo bem definido de compra encontrar com facilidade o que procura, sem perda de tempo.

Disposição horizontal e vertical

Estamos condicionados a fazer a leitura visual da esquerda para a direita e de cima para baixo — esse padrão, portanto, também deve ser observado na hora de expor os produtos.

Ao seguir esse modelo, é preciso cuidado com a harmonia de cores e formatos, para que o display não cause incômodo visual ou sensação de desorganização na exposição.

Disposição por cores

A disposição por cores é a forma mais prática de disposição — e, geralmente, é utilizada para modelos que demandam reposição constante. O objetivo é demonstrar a variedade de cores e atrair pelo preço. Para garantir uma estética mais atrativa, é possível utilizar a gradiente das cores na montagem da prateleira.

Disposição simétrica e anatômica

Na disposição simétrica, há um espelhamento da exposição — facilitando que as opções de modelo de um mesmo tipo de produto sejam facilmente encontradas.

Já a disposição anatômica permite a combinação de peças, funcionando como sugestão de compra para todo o conjunto.

Disposição por cores alternadas

Muito prática e eficiente para dispor produtos em paredes, a disposição por cores alternadas torna possível utilizar o plano de fundo para compor um visual moderno e atrativo para os produtos de cores variadas.

Essa é uma disposição estratégica que tem o objetivo de apresentar as melhores peças e, também, os lançamentos. Mas lembre-se de sempre ficar atento à harmonia da combinação entre as cores dispostas!

Disposição por marcas

A disposição por marcas pode ser utilizada tanto para facilitar que o cliente encontre com facilidade a marca mais vendida, como para promover um novo parceiro. Produtos na linha dos olhos e alcance das mãos  — que podem alcançados sem que o cliente precise ficar na ponta dos pés ou abaixar-se — têm mais apelo de venda.

Essa é uma característica que deve ser considerada ao se definir qual marca vai ocupar esse espaço e, também, por quanto tempo — de acordo com o objetivo a ser alcançado.

Como investir no design para destacar meu display de chão?

Por ser uma forma de display extremamente visual, o display de chão se beneficia muito de um design inteligente e de uma organização bem planejada quanto a sua exposição. Por isso, a seguir, veja formas de utilizar outros elementos da loja para destacar seus produtos:

Uso da lógica na disposição dos produtos

É preciso estar atento à lógica de disposição para facilitar a busca do cliente por um produto. Espera-se, por exemplo, que o setor infanto-juvenil venha após o setor infantil, que os sucos e refrigerantes estejam próximos aos salgadinhos, e assim por diante.

Por outro lado, não é esperado que o departamento de lingerie fique ao lado do de enlatados, mas ele pode estar próximo ao de higiene pessoal — facilitando a sugestão de compra de produtos relacionados. Isso favorece, inclusive, a compra por impulso de produtos de menor valor.

Uso da iluminação para destacar os produtos

Ter uma boa iluminação no ponto de venda, especialmente na fachada e vitrine, é indispensável para dar visibilidade à marca. Ela pode, inclusive, funcionar como ferramenta de destaque — pode-se usar um foco de luz para chamar a atenção para um novo produto, ou para uma promoção especial.

Também é importante iluminar os letreiros para que os setores sejam visualizados sem dificuldades, facilitando a orientação dentro da loja.

Atenção ao layout da loja e da disposição dos produtos

Além da visibilidade na hora de expor o produto, é preciso também facilitar o acesso a ele.  Corredores livres estimulam o passeio pelo espaço, sendo um convite para que o cliente conheça todos os setores.

Um espaço com displays e prateleiras dispostos de forma desorganizada e confusa, atrapalhando o trânsito, é visto de forma negativa. Isso afugenta o cliente, que fica em dúvida se conseguirá encontrar o que busca em meio a toda aquela poluição visual.

Outro ponto importante é manter visível o preço de cada produto. Muitos clientes deixam de comprar por não verem o valor da mercadoria — alguns não estão dispostos nem mesmo a consultar os terminais eletrônicos destinados a essa conferência. O melhor, portanto, é garantir que a informação esteja ao alcance dos olhos.

Gostou do artigo de hoje? Com nossas sugestões sobre o uso do display de chão, você tem tudo para organizar uma disposição de produtos campeã! E, agora, aproveite para baixar gratuitamente nosso e-book “Dicionário estratégico do Ponto de Venda”, e aprenda ainda mais sobre como expor seus produtos com sucesso!